Núcleo Rural de Coruche


No antigo quartel dos Bombeiros Municipais

O Núcleo Rural de Coruche - Centro de Artes, Ofícios e Saberes Tradicionais (NRC-CAOST) abriu ao público, em maio de 2018, no edifício do antigo quartel dos Bombeiros Municipais. Salvaguarda e valoriza o património agrícola, bem como as memórias e práticas associadas às artes, aos ofícios e aos saberes tradicionais em desuso no contexto da evolução tecnológica e das transformações estruturais ocorridas ao longo do século XX.


O Núcleo Rural de Coruche – Centro de artes, ofícios e saberes tradicionais corresponde, no âmbito da missão do Museu Municipal, à implementação do projeto local para a investigação, a salvaguarda e a valorização do património agrícola e das memórias e práticas associadas às artes, aos ofícios e aos saberes tradicionais caídos em desuso na comunidade coruchense no contexto da evolução tecnológica e das transformações estruturais ocorridas ao longo do século XX. 


EXPOSIÇÃO DE LONGA DURAÇÃO

Dos ranchos de gente às máquinas de mil braços - cultivar memórias, semear e aprender, registam-se as profundas alterações ocorridas nas paisagens do vale do Sorraia e as mudanças económicas, sociais e culturais vivenciadas pelas comunidades coruchenses durante o longo processo de mecanização da agricultura no território.


CENTRO DE ARTES, OFÍCIOS E SABERES TRADICIONAIS

A ruralidade local está também representada no Centro de artes, ofícios e saberes tradicionais, onde se partilha o saber-fazer associado aos ofícios tradicionais, às atividades artesanais e à sabedoria popular tradicional expressa em práticas e rituais na comunidade.


EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

Um quartel de memórias é a exposição que o Núcleo Rural de Coruche – Centro de artes, ofícios e saberes tradicionais acolheu e que simbolicamente presta homenagem aos bombeiros coruchenses, à história da corporação e ao antigo quartel.

Atualizado em 15-04-2020