Início . Conservação e Restauro

Conservação e Restauro


Sendo uma das missões do Museu a preservação e conservação dos bens museológicos à sua guarda, assim como a colaboração na protecção e reabilitação do património local, tem-se procurado desempenhar esse papel concretizando objectivos específicos:

- aquisição/recolha e manutenção em reserva do espólio material e documental de interesse museológico;
- restauro e conservação do acervo museológico móvel;
- acompanhamento no restauro e conservação do património construído de interesse histórico-cultural.


alt
Tratamento curativo de desinfestação       Datalogger             Fibra óptica e led                         Luxímetro
 


Intervenção de conservação e restauro de documentos antigos
            

No âmbito de uma candidatura à Bolsa de Mérito do QREN, foram alvo de conservação e reatauro três documentos do fundo antigo:"Foral Afonsino de 1182 e outros documentos", em pregaminho, "Tombo da Vila de Coruche" e livro "Processo de contenta entre os Freires da Ordem de Avis e os Benificiados da Colegiada de Coruche, todos de elevada importância histórica para o concelho de Coruche.


alt   alt   alt  alt
Foral                      Livro dos Tombos                                Livro manuscrito e pasta de acondicionamento


As intervenções foram realizadas pela empresa Mão de Papel, orientada pela Conservadora Restauradora Maria Helena Nunes, respeitando ao máximo a integridade física e histórica dos documentos. Estes documentos apresentam um estado de conservação com vários níveis de deterioração, provocados principalmente por inundações (linhas de maré, fungos, deformações, desidratação da pele da encadernação, rasgões e diversas lacunas) que os tornavam frágeis, com pouca estabilidade física e química, impedindo, assim, manuseamento e uma fácil leitura dos seus conteúdos. A metodologia de tratamento dos três documentos foi idêntica: todos os fólios foram numerados sequencialmente  antes de inciar o tratamento, feito o registo fotográfico e uma ficha de colação. No caso do Tombo da Vila e do Livro, por serem em papel, foram também feitos testes de solubilidade das tintas e do desmembramento do corpo do livro. Seguiu-se a limpeza por via seca e húmida, a estabilização dos fungos, a consolidação do suporte, o preenchimento das zonas em falta, a planificação numa prensa, a encadernação, no caso dos livros. No fim do tratamento os documentos foram oredenados segundo a ficha de colação e acondicionados em pastas executadas em cartão neutro, e em caixas forradas com tecido de algodão.


alt alt   alt   alt    
   Img. 1                                      Img. 2                                       Imag. 3                                      Img. 4

1 - Pormenor das consolidações e preenchimento do suporte                                                        
2  - Pormenor de limpeza pontual do livro
3 - Desmembramento do corpo    
4 - Remoção do processo de lavagem  
                                                                                           

Para além da intervenção da conservação e restauro foi feita a edição de todos os documentos, o que irá permitir futuramente a sua visualização em formato digital na página da Internet do Museu. Neste momento está já disponível para consulta presencial no seu Centro de Documentação. 
    



Acções de conservação preventiva e restauro


O Museu tem realizado diversas acções de conservação preventiva e restauro com base nas normas e boas práticas indispensáveis a esta função:

- redacção de documentos, tais como os Planos de Conservação Preventiva e de Segurança, através dos quais se definiram normas e procedimentos tendo em conta o espólio, as características do edifício e a funcionalidade (missão) do museu, por forma a que todas as pessoas que nele coabitam sejam intervenientes activos na conservação do acervo e no cumprimento dos objectivos;

- a boa aplicação desse conjunto de normas e procedimentos, mediante a monitorização e o controlo ambiental e biológico; a conservação e manutenção do edifício, e dos seus equipamentos; a organização dos espaços expositivos, de reserva e outros, tendo em conta os materiais utilizados; a limpeza de espaços, equipamentos e acervo; a circulação de bens; a formação de recursos humanos; e, ainda, a sensibilização e formação do público;

- intervenções de conservação curativa e restauro sempre que necessário. Exemplos mais recentes, como o caso da recuperação do material cerâmico proveniente da escavação de emergência de S. Pedro, que integrou a exposição sobre este tema, o mobiliário e outros objectos, nomeadamente das salas de aula das escolas primárias do Estado Novo, integrados no Núcleo Museológico “Escola Museu-Salgueiro Maia”;

- ainda, sempre que necessários, e não sejam exequíveis de se realizar no laboratório do Museu, são solicitadas, ao exterior, acções de restauro a especialistas das várias áreas. Como foi, entre outros, o caso dos metais de S. Pedro, ou, mais recentemente, alguns materiais em papel - mapas escolares -e têxteis - bandeira portuguesa -, pertencentes à colecção de material escolar proveniente das diversas escolas desactivadas no Concelho de Coruche;

- não menos importante, o acompanhando de todo este trabalho, através do registo e documentação em diferentes suportes de modo a garantir a manutenção e actualização do arquivo técnico de conservação e restauro.
 
 

 
Actualizado em Segunda, 06 Maio 2013 12:18